Cerimônias de Casamento: tudo o que você precisa saber

Marina Pastore é jornalista e trabalhou na Folha de S.Paulo. Desde 2011, produz conteúdo sobre casamentos, ajudando os noivos com informações, dicas e inspirações sobre o assunto. Ah, e ainda se emociona ao ver lindas histórias de amor!

As cerimônias de casamento podem variar conforme a religião e, até mesmo, personalidade dos noivos. Cada vez mais os casais procuram experiências personalizadas, que valorizem a história de amor deles, bem como seus valores. Quer saber ter uma celebração inesquecível? Confira as dicas abaixo!

Perguntas mais comuns sobre cerimônias de casamento

Quais os tipos de cerimônias de casamento?

Em primeiro lugar, o tipo de cerimônia escolhido vai depender muito da fé dos noivos. Muitos escolhem de acordo com sua religião, seja ela católica, evangélica, judaica, budista, umbandista, entre outras. Caso os noivos não tenham uma religião específica ou sigam fés diferentes, eles podem optar por uma cerimônia ecumênica ou por uma celebração com o juiz de paz.

Como fazer uma cerimônia de casamento?

Primordialmente, a cerimônia de casamento é composta por alguns momentos chaves: apresentação, história do casal, votos, troca de alianças e finalização. Veja como conduzir uma cerimônia de casamento do início ao fim.

O que falar no cerimonial do casamento?

Normalmente, durante as cerimônias de casamento, o celebrante explora alguns pontos-chave:
– Acolher e receber os convidados;
– História do casal;
– Algum fato importante ou momento de superação;
– O significado do casamento e o que faz uma união feliz;
– Pode incluir frases bíblicas ou citações sobre o amor.
Além disso, o celebrante irá conduzir possíveis rituais de casamento, falando sobre o seu significado.

O que fazer de diferente na cerimônia de casamento?

Algo que pode fazer toda a diferença em uma cerimônia de casamento são os votos – é através deles que os noivos poderão mostrar um pouco de sua história e personalidade. Ainda, os casais podem incluir alguns ritos especiais que simbolizam a importância da união.

Como fazer uma cerimônia de casamento simples?

Uma cerimônia de casamento simples pode ter uma decoração que enfatize a natureza ao redor, especialmente se for ao ar livre.  Além disso, os noivos podem colocar a mão na massa e fazer vários itens Do it Yourself. Por fim, os noivos podem chamar um amigo especial para celebrar a união.

Como ministrar cerimônias de casamento evangélicos?

Neste caso, a cerimônia é celebrada por um pastor. Pode ser feita na igreja, em um salão, em uma chácara ou até mesmo em casa – tudo vai depender da escolha dos noivos. A cerimônia evangélica costuma contar com louvores e outras músicas religiosas. Neste tipo de celebração, é muito comum que o pastor já conheça bem os noivos, uma vez que frequentam a igreja. Portanto, a cerimônia costuma ser bastante personalizada. Certamente, também serão utilizadas diversas passagens bíblicas e a bênção das alianças. Os noivos também podem fazer a leitura de votos próprios e personalizados.

cerimônias de casamento especiais
Cerimônias de casamento realizadas por celebrante social

Cerimônias de casamento passo a passo

Antes de mais nada, é importante ter em mente que a cerimônia é composta por diversos momentos. Veja o passo a passo:

Entrada e recepção dos convidados

Enquanto os convidados chegam ao local da cerimônia, a equipe de assessoria de casamento está pronta para recepcioná-los e direcioná-los. Ainda, um gesto bastante comum neste momento é oferecer algum drink de entrada, taças de espumantes ou água saborizada (principalmente no calor!).

Cortejo/Entradas

Em seguida, com os convidados já acomodados, é o momento das entradas no casamento: padrinhos, pais, damas e/ou pajens, e os noivos. Existe uma ordem tradicional, que estabelece o seguinte:

  • Noivo e sua mãe (também pode ser a madrasta, uma avó, madrinha ou qualquer figura feminina de importância);
  • Pais trocados, isto é, pai do noivo com a mãe da noiva;
  • Padrinhos;
  • Daminhas e pajens;
  • Noiva e seu pai (ou o padrasto, um avô, padrinho ou figura masculina de importância.

No entanto, com o passar do tempo e diferentes configurações familiares, esta ordem de cortejo não precisa ser seguida à risca. Vale lembrar também que há os casamentos LGBTQIA+, em que diferentes composições podem ser feitas. Da mesma forma, há noivos que optam por entrar acompanhados do pai e da mãe, assim como casais que optam por caminhar juntos até o altar, o que também pode ser muito bonito. Portanto, o melhor é escolher o cortejo que mais faça sentido com sua realidade.

Celebração do casamento

De antemão, os noivos devem ter em mente que a cerimônia é um dos momentos mais importantes do casamento. É claro que a recepção e a festa também são sensacionais e é quando os noivos poderão estar junto com os convidados, mas é a cerimônia que irá trazer toda a emoção e marcar o início da família de vocês.

A estrutura das cerimônias pode ser diferente, dependendo se é uma celebração ecumênica ou religiosa.  Sendo assim, é importante que os noivos escolham aquilo que faz sentido para eles.

Quem pode celebrar um casamento?

Primeiramente, quando pensamos em cerimônia de casamento, é comum ter em mente que um religioso (pastor, padre, rabino, entre outros) ou um juiz de paz farão esta celebração.

Entretanto, hoje é super comum contratar um celebrante de casamento, isto é, alguém especializado em criar cerimônias super emocionantes e personalizadas para cada casal. Sobretudo, são profissionais que já conhecem super bem a dinâmica de um casamento e sabem conduzir tudo com maestria.

Por fim, há também noivos que pedem para algum amigo ou familiar celebrar o casamento. Nestes casos, é importante que a pessoa encarregada saiba falar bem e tenha um papel importante na história do casal. Se você foi convidado para este papel, mas não sabe por onde começar, veja aqui textos para cerimônias de casamento.

votos de casamento dentro da cerimônia
Votos de casamento – momento da cerimônia que os noivos se declaram

Votos de casamento

Acima de tudo, este costuma ser um dos momentos mais emocionantes em uma cerimônia, isto é, o ápice. É quando os noivos trocam palavras de amor e dizem o que esperam do casamento. Normalmente, eles costumam falar sobre a história do casal, por que se apaixonaram, desafios encarados, motivos pelos quais querem ficar juntos, além de prometer algo para este relacionamento. Geralmente, é o momento em que os convidados mais se emocionam. Tem dúvidas sobre o que escrever? Veja dicas para fazer os votos de casamento.

Troca das alianças

Após a troca de votos, chegou a hora de confirmar o compromisso do casamento. Em cerimônias religiosas, é comum haver uma bênção das alianças. Por outro lado, em celebrações ecumênicas, é comum o celebrante fazer um discurso. Ainda, é possível fazer uma dinâmica em que as alianças passam por pessoas próximas (como pais e padrinhos) e eles fazem desejos para o casal. Em seguida, o celebrante irá perguntar se é de livre e espontânea vontade que os noivos estão se casando.

O beijo

Com a resposta afirmativa dos noivos, é chegado o momento tão esperado por todos: o beijo! Não se esqueçam de escolher uma música especial como trilha sonora.

Cumprimentos e saída

Ao final da cerimônia, é comum que os noivos cumprimentem as pessoas que estão no altar, como pais e padrinhos. Depois, chega a hora da saída. O mais comum, nestes casos, é que as pessoas saiam nesta ordem: pais dos noivos, casais de padrinhos, daminhas e pajens, e, por fim, os noivos.

Tipos de rituais para cerimônias de casamento

Em cerimônias de casamento não-religiosas ou inter-religiosas, é comum ter alguns rituais especiais para simbolizar a união do casal. Veja alguns dos mais comuns:

Cerimônia das areias

Neste ritual, cada noivo ganha um vidro com cores de areia diferentes. Juntos, eles derramam o conteúdo em um terceiro recipiente. Este vidro, por sua vez, simboliza a singularidade do casal ao mesmo tempo em que mostra a inseparabilidade do casamento, já que o desenho é único e a areia não pode ser separada. Em alguns casos, pais e padrinhos também podem participar deste rito, proferindo desejos para os noivos.

Rito das velas

Nesta opção, a família do noivo acende uma vela, enquanto a da noiva faz o mesmo com outra. Juntos, eles acendem uma terceira vela, que simboliza o início de uma nova família.

ritual da caixa de madeira, preparação para bodas de madeira
Ritual da caixa de vinho feita numa cerimônia de casamento na praia

Ritual da caixa de vinho

Aqui, o celebrante reúne cartas dos noivos, pais e padrinhos em uma bela caixa com um vinho de boa qualidade. Durante a cerimônia, a caixa é lacrada e só poderá ser aberta depois de determinado tempo (geralmente varia entre 5 e 7 anos, mas o casal pode escolher o melhor momento). Sobretudo, este rito faz uma alusão ao fato de o vinho melhorar com o tempo, assim como os relacionamentos amadurecem.

Caso você queira, poderá adquirir a caixa com o vinho dentro no mercadolivre, neste anúncio aqui!

Ritual da árvore

Este é um belo rito para incluir nas cerimônias de casamento. Neste ritual, os noivos plantam uma árvore juntos, que representa o cuidado que eles devem ter com o casamento, cultivando sempre o amor. A ideia é que eles coloquem essa árvore em casa e cuidem dela da mesma forma que cuidam da relação.

Textos para cerimônias de casamento

Sobretudo, um texto para cerimônia de casamento deve refletir a personalidade do casal, sua história e seus valores. Por isso, é complicado oferecer um texto pronto, pois cada um tem suas particularidades. No entanto, se você quiser saber todo o passo para construir uma celebração memorável, vale a pena conferir a ferramenta Texto para Cerimônias de Casamento.

© Copyright 2021, este conteúdo pode ser compartilhado desde que mantido um link dofollow para a origem do conteúdo.

plugins premium WordPress

Como fazer um site para o meu casamento?